quarta-feira, dezembro 02, 2009

A Perigo



Engenheiros do Hawaii
Hora do Mergulho

Feche a porta, esqueça o barulho
feche os olhos, tome ar: é hora do mergulho

Eu sou moço, seu moço, e o poço não é tão fundo
super-homem não supera a superfície
nós mortais viemos do fundo
eu sou velho, meu velho, tão velho quanto o mundo

Eu quero paz:
uma trégua do lilás-neon-Las Vegas
profundidade: 20.000 léguas
"se queres paz, te prepara para a guerra"
"se não queres nada, descansa em paz"
"luz" - pediu o poeta
(últimas palavras, lucidez completa)
depois: silêncio

Esqueça a luz... respire o fundo
eu sou um déspota esclarecido
nessa escura e profunda mediocracia...