segunda-feira, dezembro 24, 2007

Todo mundo já tomou a Coca-Cola, e a Coca-Cola já tomou conta da China..




Engenheiros do Hawaii
Outros Tempos

Quando te vi
tive a impressão de que não era a primeira vez
quando te vi
tive certeza de que não seria a última vez
não, não seria a última vez

?quem vem lá? quem será?
que passa como um filme
na fumaça de um bar
?quem vem lá? quem será?
que vai me salvar a vida outra vez
vai fazer de novo o que nunca fez

os tempos são outros
os erros, os mesmos
me diz como é que eu faço
me diz como é que eu posso
te encontrar mais uma vez

os tempos são outros
os erros, os mesmos
me diz como é que eu faço
me diz como é que eu posso
te encontrar
mais uma vez pela primeira vez

Downmusic: Clickhere!

quinta-feira, dezembro 13, 2007

CPMF & Políticos Embriagados



Manu Chao
Politik kills


Politik kills
Politik needs votes
Politik needs your mind
Politik needs human beings
Politik need LIES

That's why my friend it's an evidence:
Politik is violence

Politik Kills

Politik use drugs
Politik use bombs
Politik need torpedoes
Politik needs blood

That's why my friend it's an evidence:
Politik is violence

Politik need force
Politik need cries
Politik need ignorance
Politik need lies

Politik Kills

Downmusic: Clickhere!

I Write Sins Not Tragedies


Oasis
Gás Panic!


What tongueless ghost of sin crept through my curtains?
Sailing on a sea of sweat on a stormy night
I think he don't got a name but I can't be certain
And in me he starts to confide

That my family don't seem so familiar
And my enemies all know my name
And if you hear me tap on your window
Yer better get on yer knees and pray panic is on the way

My pulse pumps out a beat to the ghost dancer
My eyes are dead and my throat's like a black hole
And if there's a god would he give another chancer
An hour to sing for his soul

Cos my family don't seem so familiar
And my enemies all know my name
And when you hear me tap on yer window
Then you get on your knees and you better pray

Panic is on the way
Panic is on the way
Panic is on the way

Downmusic: Clickhere!

segunda-feira, dezembro 03, 2007

Chasing Cars



Snow Patrol
Headlights on Dark Roads

For once I want to be the car crash
Not always just the traffic jam
Hit me hard enough to wake me
And lead me wild to your dark roads

Headlights... before me
So beautiful, so clear
Reach out... and take it
Cos I'm so tired of all this fear

My tongue is lost, oh, I can't tell you
Please just see it in my eyes
I pull up thorns from our ripped bodies
And let the blood fall in my mouth

Downmusic: Clickhere!

segunda-feira, novembro 19, 2007

I Mixed up the Distance of the Miracle Mile



Skank
Te Ver

Te ver e não te querer
É improvável, é impossível
Te ter e ter que esquecer
É insuportável
É dor incrível...

É como mergulhar no rio
E não se molhar
É como não morrer de frio
No gelo polar

É ter o estômago vazio
Não almoçar
É ver o céu se abrir no estio
E não se animar...

Te ver e não te querer
É improvável, é impossível
Te ter e ter que esquecer
É insuportável
É dor incrível...

É como esperar o prato
E não salivar
Sentir apertar o sapato
E não descalçar

É ver alguém feliz de fato
Sem alguém prá amar
É como procurar no mato
Estrela do mar...

Te ver e não te querer
É improvável, é impossível
Te ter e ter que esquecer
É insuportável
É dor incrível...

É como não sentir calor
Em Cuiabá
Ou como no Arpoador
Não ver o mar

É como não morrer de raiva
Com a política
Ignorar que a tarde
Vai vadiar e mítica

É como ver televisão
E não dormir
Ver um bichano pelo chão
E não sorrir

E como não provar o nectar
De um lindo, de um lindo amor
Depois que o coração detecta
A mais fina flor...

Dowmusic: Clickhere!

domingo, novembro 11, 2007

Imagine



Cidadão Quem
Yoko

Fiquei sabendo
De uma história
Uma intenção
Que faz a gente esquecer
Que estamos sós nessa prisão

Deixa de lado
Toda a culpa
A má recordação
E nos transforma nos heróis
Da nossa imaginação
Tempos se vão

Do medo a palavra não
A intenção
É usar o sim
Sempre que alguém
Defender o não

E então
Aprender a andar
Livre sem esperar
Aceitar cada um
De um jeito
Oh! Yoko...

Downmusic: Clickhere!

sábado, novembro 10, 2007

Situations



Papas da Língua
Lua Cheia

Yeahhh!
Nanah Nanananah!
Nanah Nanananah!

Êta vidinha da boa
Que ela me chama
Tira uma onda comigo
Me leva na boa
Cama de gata
Parece dona
Êta vidinha sacana
E ela é à toa...

Nanah Nanananah!
Nanah Nanananah!

Ela se amarra
Ela viaja na dela
Olha menina danada
Não me dá bola
Anda comigo
Parece que vai rolar
Vira essa lua lá fora
E ela vai embora...

Lua Cheia fica doida
Lua Cheia vamos namorar
Lua Nova vida boa
Lua Nova ela quer casar...

Nanah Nanananah!
Nanah Nanananah! ...

Ela diz que me ama
Mas não pode ficar
Meus amigos me dizem
Ela é estranha
Ela desaparece
E diz que não vai voltar
Vira essa lua lá fora
E ela me devora...

Lua Cheia fica doida
Lua Cheia vamos namorar
Lua Nova vida boa
Lua Nova ela quer casar...

Nanah Nanananah!
Nanah Nanananah!

Downmusic: Clickhere!

terça-feira, novembro 06, 2007

I Want You



Skank
Canção Noturna

Misterioso luar de fronteira
derramando no espinhaço quase um mar
clareando a aduana
Venezuela, donde estás?

Não sei por que nessas lacunas vejo seu olhar
Minha camisa estampada com o rosto de Elvis
a minha guitarra é minha razão
Minha sorte anunciada
misteriosamente a lua sobre nada

não sei por que nessas lacunas vejo seu olhar
não sei por que nessas lacunas vejo seu olhar
espalhe por aí boatos de que eu ficarei aqui
espalhe por aí boatos de que eu ficarei aqui

vem, mamacita, doida e meiga
sempre o âmago dos fatos
minha guerra e as flores do cactos
poema, cinema, trincheira

não sei por que nessas esquinas vejo o seu olhar
um cego na fronteira, filósofo da zona
me disse que era um dervixe
eu disse pra ele, camarada
acredito em tanta coisa que não vale nada

não sei por que nessas escunas vejo seu olhar
não sei por que nessas esquinas vejo seu olhar
velejando, viajando sol quarando
meu querer, meu dever, meu devir
e eu aqui a comer poeira
que o sol deixará
não sei por que nessas esquinas vejo o seu olhar
não sei por que nessas esquinas vejo o seu olhar

Downmusic:
Clickehere!

segunda-feira, novembro 05, 2007

Sem Final Feliz ou Infeliz...



Engenheiros do Hawaii
Até o Fim


Não vim até aqui pra desistir agora
entendo você se você quiser ir embora
não vai ser a primeira vez
nas últimas 24 horas
mas eu não vim até aqui pra desistir agora

minhas raízes estão no ar
minha casa é qualquer lugar
se depender de mim eu vou até o fim
voando sem instrumentos
ao sabor do vento
se depender de mim eu vou até o fim

não vim até aqui pra desistir agora
entendo você se você quiser ir embora
não vai ser a primeira vez
em menos de 24 horas
mas eu não vim até aqui pra desistir agora

a ilha não se curva noite a dentro vida afora
toda a vida, o dia inteiro
não seria exagero
se depender de mim eu vou até o fim

cada célula, todo fio de cabelo
falando assim parece exagero
mas se depender de mim
eu vou até o fim

não vim até aqui pra desistir agora
não vim até aqui pra desistir


Downmusic: Clickhere!

domingo, novembro 04, 2007

Ainda Somos Iguais...



LS Jack
Phoenix

Quanto mais eu briguei
Mais enganos no caminho eu deixei
Tão cego na minha ambição
O que eu tinha de melhor escapou das minhas mãos
Me deixou, me faltou, me escapou, escapou

Tanto faz
se eu ganhei
Na batalha a minha paz se desfez

A dor só me faz enxergar
Nada pode ser maior
Doque eu tenho pra te dar
Meu amor, seu amor, nosso amor, o amor
Me deixou, me faltou, me escapou

Por mil anos esperando
A minha alma te encontrar
Na certeza que um dia
Tudo volta pro lugar
Cada estória uma sentença
E eu que faço a minha lei
Quero toda a sua essência
E isso é tudo que eu sei


Downmusic: Clickhere!

sábado, novembro 03, 2007

Luz



Engenheiros do Hawaii
Números


Última edição do guiness book
corações a mais de 1000
?e eu com esses números?
5 extinções em massa... 400 humanidades
?e eu com esses números?
solidão a 2... dívida externa... anos luz
aos 33 jesus na cruz... cabral no mar aos 33
e eu ? o que faço com estes números?

a medida de amar é amar sem medida
velocidade máxima permitida
a medida de amar é amar sem medida

nascimento e silva 107... corrientes 348
?e eu com esses números?
traço de audiência... tração nas 4 rodas
e eu ?o que faço com estes números?
7 vidas... mais de mil destinos
todos foram tão cretinos
quando elas se beijaram

a medida de amar é amar sem medida
preparar pra decolar
contagem regressiva
a medida de amar é amar sem medida

mega ultra híper micro baixas calorias
kilowatts...gigabytes
e eu ? o que faço com esses números?

a medida de amar é amar sem medida
velocidade máxima permitida

a medida de amar é amar sem medida

Downmusic: Clickhere!

quinta-feira, novembro 01, 2007

O Infinito é tão Legal...



Papas da Língua
Essa não é a sua Vida

Roubar
Subtrair uma parte qualquer
Da metade do que não é nada
A não ser um pedaço qualquer
De alguém

Matar
Subitamente apagar dessa vida
Um pedaço que é nada mais
Que uma parte qualquer
Da metade do que não é nada
A não ser um pedaço qualquer
De alguém

Viver
Repetir todo o dia a tarefa
De ser um a mais
Uma parte qualquer da metade
Do que não é nada a não ser
Alguém

Morrer
Simplesmente sair dessa vida
E deixar para sempre de ser
Um a mais e de ser
Uma parte qualquer da metade
Do que não é nada
A não ser
Alguém

Números, números, números
O que é, o que são
O que dizem sobre você
Essa não é a sua vida
Essa não é a sua história

Sentir
Sente-se que a metade
De vinte por cento
Dos vinte milhões de mulheres
No mundo
Não sentem nenhum prazer

Saber
Sabe-se que o total de pessoas
Que sabem o que é o amor
É igual a metade
Dos que já não sabem
O que é amar

Falar
Fala-se que só metade
Dos homens que sabem falar
Realmente não falam aquilo
Que sentem e falam e falam

Pensar
Pensa-se que uma parte
Daqueles que pensam
É só a metade dos vinte por cento
Que pensam naquilo
Que é bom para si

Números, números, números
O que é, o que são
O que dizem sobre você
Essa não é a sua vida
Essa não é a sua história

Downmusic: Clickhere!

quarta-feira, outubro 31, 2007

Números!



Engenheiros do Hawaii
3 X 4

Diga a verdade
Ao menos uma vez na vida
Você se apaixonou
Pelos meus erros...

Não fique pela metade
Vá em frente, minha amiga
Destrua a razão
Nesse beco sem saída...

Diga a verdade
Ponha o dedo na ferida
Você se apaixonou
Pelos meus erros...

E eu perdi as chaves
Mas que cabeça a minha
Agora vai ter que ser
Para toda a vida...

Somos o que há de melhor!
Somos o que dá pra fazer...
O que não dá pra evitar
E não se pode escolher...

Se eu tivesse a força
Que você pensa
Que eu tenho,
Eu gravaria no metal
Da minha pele
O teu desenho...

Feitos um pro outro
Feitos pra durar!
Uma luz que não produz
Sombra!

Somos o que há de melhor!
Somos o que dá prá fazer...
O que não dá pra evitar
E não se pode esconder...

Downmusic: Clickhere!

terça-feira, outubro 30, 2007

Verso, Estrofe & Refrão



Acústicos & Valvulados
Mapa & Horizonte


Crime foi revelar
Paz quando eu avistei
Gotas sobre o meu chão
Grãos que me eram reis
Ouvi as curas
Feitas pro mal de quem
Canta o perfeito e o são
A chuva, o rumo e o pão

Caia que caia do céu
Quem tem o dom de guiar
Quem pode orientar
Move o deus Sol de lugar e tem toda a luz
E vem sem a cruz
Nem traços sobre a mão
Sem sangue, sem fração
Sem mapa e horizonte

Das gotas tive o mar
Por onde viajei
Ondas de ocasião
Filhas que a lua fez
Dos grãos tive ilusão, dias e um novo mês
Girei ponteiros no ar
Vendo o nascer e o apagar...

Dowmusic: Clickhere!

3 x 4



Engenheiros do Hawaii
Somos Quem Podemos Ser

Um dia me disseram
Que as nuvens
Não eram de algodão
Um dia me disseram
Que os ventos
Às vezes erram a direção
E tudo ficou tão claro
Um intervalo na escuridão
Uma estrela de brilho raro
Um disparo para um coração...

A vida imita o vídeo
Garotos inventam
Um novo inglês
Vivendo num país sedento
Um momento de embriaguez...

Somos quem podemos ser...
Sonhos que podemos ter...

Um dia me disseram
Quem eram os donos
Da situação
Sem querer eles me deram
As chaves que abrem
Essa prisão
E tudo ficou tão claro
O que era raro, ficou comum
Como um dia depois do outro
Como um dia, um dia comum...

Quem ocupa o trono
Tem culpa
Quem oculta o crime
Também
Quem dúvida da vida
Tem culpa
Quem evita a dúvida
Também tem...

Somos quem podemos ser...
Sonhos que podemos ter...

Downmusic: Clickhere!

segunda-feira, outubro 29, 2007

Até virar Poeira...



Acústicos & Valvulados
Fim de Tarde com Você

Eu nunca mais abro a janela do meu quarto
Num dia cinza

Sei que o sol fica dormindo atrás das nuvens
Não ilumina

Nem penso muito no que pode acontecer
Enquanto arrumo
Todas as coisas que eu sinto
O meu passado, o meu destino
E espero que o fim da tarde venha com você

A-ha A-ha A-ha

Resisto mas escuto bem o som dos carros
Na avenida
Quero mais descansar com meu cigarro
No andar de cima

Nem penso muito no que pode acontecer
Enquanto arrumo
Todas as coisas que eu sinto
O meu passado, o meu destino
E espero que o fim da tarde venha com você

Sem pressa risco no papel uns poucos traços
Pra despedida
O que me leva a cantar assim tão baixo
E me alucina

Nem penso muito no que pode acontecer
Enquanto arrumo
Todas as coisas que eu sinto
O meu passado, o meu destino
E espero que o fim da tarde venha com você

Downmusic: Clickhere!

sábado, outubro 27, 2007

Fim de Tarde...



Engenheiros do Hawaii
Na Veia


Se você perguntar por mim
vão dizer que eu ando muito estranho
vão dizer que eu ando por aí
quando você perguntar por mim

se você perguntar por mim
vão dizer as coisas mais estranhas
nenhuma resposta vai satisfazer
quando você perguntar por mim
! vem !
ver com os próprios olhos
! vem !
ver a vida como ela é

se você está mesmo a fim
de saber por onde eu ando
de saber por quê eu ando assim
é melhor nem perguntar por mim
! vem !
ver com os próprios olhos
! vem !
ver a vida como ela é

sem filtro, na veia
sem filtro, na veia
! vem !
ver com os próprios olhos
! vem !
ver a vida como ela é


Downmusic: Clickhere!

sexta-feira, outubro 26, 2007

Sem filtro, Na veia




Engenheiros do Hawaii
Nem + um dia

O café me deixou ligado
você ficou de ligar
a noite foi um inferno
desespero de esperar
o passado voltou rasgando
você ficou de voltar
antes que eu sentisse a falta
antes que faltasse o ar
o sol voou rasante pra me bombardear
boca de extinguir espécies
mãos de acelerar partículas
antenas para radioatividade
olhos de ler código de barras


se viver fosse viver sem você
que bom seria
mas não dá mais pra viver sem você
nem mais um dia
se viver fosse viver sem você
que bom seria
mas não dá mais pra viver sem você
chame de exagero
diga que é bobagem
vou deletar meu corpo da tua tatuagem
puro desespero
autosabotagem
tô fora do teu programa de milhagem


Downmusic: Clickhere!

quinta-feira, outubro 25, 2007

Hora do Mergulho



Pato Fu
30.000 Pés

Acima das nuvens o tempo é sempre bom
E o sol brilha tanto que pode te cegar
Eu quero estar bem longe do chão
Só pra não ver você chorar
Mas o ar é tão puro que foge de mim

Pode acreditar
Eu agora sei voar
E num pé-de-vento
Você vai me ver passar
Pode acreditar

Há tanto oxigênio que chego a me esquecer
De todo esse tempo que estou sem respirar
A turbulência já vai passar
E a terra treme ao nível do mar
Só mesmo aqui a 30.000 pés

Pode acreditar
Eu agora sei voar
E num pé-de-vento
Você vai me ver passar
Pode acreditar

Dowmusic: Clickhere!

quarta-feira, outubro 24, 2007

I´am 30.000 Pés


LS Jack
No olho do Furação

Viver,
Sua primeira vez
É como mergulhar
No meio de um turbilhão
Fazer,
Só por prazer é bom
Mas como não se queimar
No fogo da paixão
Seja comigo ou não

Deixe,
Seus medos lá fora
Talvez valha a pena
Um sonho real assim
Saiba,
Que esse sonho vai ter um fim
E o preço vai ser o amor
Que você já deu pra mim

Talvez,
Seja de bom tom
Desatar o nó que aperta o seu coração
Seja,
Tudo que você quer
Sou sua ilusão dentro do turbilhão
No olho do furacão

Então deixe,
Seus medos lá fora..

Downmusic: Clickhere!

terça-feira, outubro 23, 2007

Chega nas Nuvens, Desmancha no Ar



Engenheiros do Hawaii
Nuvem

Se está com ele está sozinha
e sozinha não quer mais ficar
se está com ele é porque quer
porque não quer mudar

Diga adeus
diga adeus ou não diga nada
diga adeus

se está chegando o fim da linha

tá na hora de saltar
se está com ele está sozinha
e sozinha não quer mais ficar

diga adeus
diga adeus ou não diga nada
diga adeus

não vá perder a hora certa com a pessoa errada
diga adeus, !adeus!

a vida não pode ser um contagotas na tua mão

chuva que não chove...sol que não sai
a vida não pode ser medida com precisão
motor que não se move...nuvem que não se vai

se está com ele está sozinha
e sozinha não quer mais ficar
se está chegando o fim da linha
'tá na hora de saltar

não vá perder a vida inteira com a pessoa errada
diga adeus, diga adeus

vai chover, vai secar, serão águas passadas
diga adeus, !adeus!

Dowmusic: Clickhere!

segunda-feira, outubro 22, 2007

Se for pra ficar até o fim, ou Adeus


Nando Reis & Cássia Eller
Relicário

É uma índia com colar
A tarde linda que não quer se pôr
Dançam as ilhas sobre o mar
Sua cartilha tem o A de que cor?

O que está acontecendo?
O mundo está ao contrário e ninguém reparou
O que está acontecendo?
Eu estava em paz quando você chegou

E são dois cílios em pleno ar
Atrás do filho vem o pai e o avô
Como um gatilho sem disparar
Você invade mais um lugar
Onde eu não vou

O que você está fazendo?
Milhões de vasos sem nenhuma flor
O que você está fazendo?
Um relicário imenso deste amor

Corre a lua porque longe vai?
Sobe o dia tão vertical
O horizonte anuncia com o seu vitral
Que eu trocaria a eternidade por esta noite

Porque está amanhecendo?
Peço o contrario, ver o sol se por
Porque está amanhecendo?
Se não vou beijar seus lábios quando você se for

Quem nesse mundo faz o que há durar
Pura semente dura: o futuro amor
Eu sou a chuva pra você secar
Pelo zunido das suas asas você me falou

O que você está dizendo?
Milhões de frases sem nenhuma cor, ôôôô...
O que você está dizendo?
Um relicário imenso deste amor

O que você está dizendo?
O que você está fazendo?
Por que que está fazendo assim?

...está fazendo assim?

Downmusic: Clickhere!

domingo, outubro 21, 2007

Minhas raízes estão no Ar



Cidadão Quem
Um Dia


Ando sozinho pelas ruas
Nas esquinas de qualquer lugar
Vejo um menino
Um velho pássaro
Que não se cansa de voar

Ares de uma mulher
Corpo que seduz
Me leva um pouco para lá
Paro e vejo uma luz
Pode ser o sol
E nada poderá mudar

Te peço pra lembrar
Que o dia nasce e acaba
Responda a quem chamar
Com seu abraço e mais nada

Sigo o destino
Que a vida me traz
Do jeito que Ele me conduz

Tantas maneiras
Formas visuais
Amores e os seus finais

E chegando ao final
Durmo e sonho em paz
Os pássaros no céu lilás
Folhas caem do céu no planeta azul
E nada poderá mudar
Te peço pra lembrar

Downmusic: Clickhere!

sábado, outubro 20, 2007

Nós e a Felicidade



Skank
Uma Canção é pra Isso

Thurururu! Thurururu!

Uma canção é prá acender o Sol
No coração da pessoa
Prá fazer brilhar como um farol
O som depois que ressoa...

Uma canção é prá trazer calor
Deixar a vida mais quente
Prá puxar o fio da paixão
No labirinto da gente...

Prá consertar
Prá defender a cidadela
Prá celebrar
Prá reunir bairro e favela...

Uma canção me veio sem querer
Naquela hora difícil
Joguei-a logo nesse iê iê iê
Por profissão ou por vício...

Prá clarear a escuridão
E o mundo encerra
Prá balançar
Prá reunir o céu e a terra...

Thurururu! Thurururu!
Thurururu! Thurururu!

Uma canção é prá fazer o Sol
Nascer de novo
Prá cantar o que nos encantou
Na companhia do povo...

Prá consertar
Prá defender a cidadela
Prá celebrar
Prá reunir bairro e favela
Oooooooh!...

Uma canção é prá acender o Sol
No coração da pessoa
Prá fazer brilhar como um farol
O som depois que ressoa...

Prá clarear a escuridão
E o mundo encerra
Prá balançar
Prá reunir o céu e a terra...

Downmusic: Clickhere!

terça-feira, outubro 16, 2007

Astrodienst



Skank
As Noites

As ruas desse lugar
Conhecem bem
As noites longas, as noites pálidas
Quando eu te procurava

As casas desse lugar
Se lembrarão
Do nosso abraço, da sombra insólita
Espelho azul no chão

As ruas desse lugar
Agora eu sei
Sempre escutaram a nossa música
Quando eu te respirava

As pedras municipais
Se impregnaram
Da dupla imagem, da dupla solidão
A sombra ali no chão

E lá no céu constelações
Num arranjo inusitado
O seu nome desenhado
Pelo menos tinha essa ilusão

E lá no céu os astros
Num arranjo surpreendente
Se buscavam como a gente
Pelo menos tinha essa ilusão

São milhares de estrelas
Singulares letras vivas no céu


Downmusic: Clickhere!

domingo, outubro 14, 2007

All Around The World



Engenheiros do Hawaii
Infinita Highway


Você me faz, correr demais
Os riscos desta Highway
Você me faz, correr atrás
Do horizonte desta Highway
Ninguém por perto
O silêncio no deserto
Deserta Highway...

Estamos sós
E nenhum de nós
Sabe exatamente
Onde vai parar
Mas não precisamos
Saber prá onde vamos
Nós só precisamos ir
Não queremos
Ter o que não temos
Nós só queremos viver
Sem motivos, nem objetivos
Estamos vivos e isto é tudo
É sobretudo, a lei
Da Infinita Highway...

Quando eu vivia
E morria na cidade
Eu não tinha nada
Nada a temer
Mas eu tinha medo
O medo dessa estrada
Olhe só, vê você
Quando eu vivia
E morria na cidade
Eu tinha de tudo
Tudo ao meu redor
Mas tudo que eu sentia
Era que algo me faltava
E à noite eu acordava
Banhado em suor...

Não queremos
Lembrar o que esquecemos
Nós só queremos viver
Não queremos
Aprender o que sabemos
Não queremos nem saber
Sem motivos, nem objetivos
Estamos vivos e é só
Só obedecemos a lei
Da Infinita Highway
Highway! Highway!...

Escute, garota
O vento canta uma canção
Dessas que uma banda
Nunca toca sem razão
Me diga, garota
Será estrada, uma prisão?
Eu acho que sim
Você finge que não
Mas nem por isso
Ficaremos parados
Com a cabeça nas nuvens
E os pés no chão...

-Tudo bem, garota
Não adianta mesmo ser livre...

Se tanta gente vive
Sem ter como viver
Estamos sós e nenhum de nós
Sabe onde quer chegar
Estamos vivos, sem motivos
Que motivos temos prá estar?
Atrás de palavras escondidas
Nas entrelinhas do horizonte
Dessa Highway
Silenciosa, Highway!
Highway!...

Eu vejo o horizonte trêmulo
Eu tenho os olhos úmidos
Eu posso estar
Completamente enganado
Eu posso estar correndo
Pro lado errado
Mas a dúvida
É o preço da pureza
E é inútil ter certeza
Eu vejo as placas dizendo
Não corra, não morra
Não fume
Eu vejo as placas
Cortando o horizonte
Elas parecem facas
De dois gumes...

Minha vida é tão confusa
Quanto a América Central
Por isso não me acuse
De ser irracional
Escute, garota
Façamos um trato
Você desliga o telefone
Se eu ficar muito abstrato
Eu posso ser um Bealte
Um beatnik, ou um bitolado
Mas eu não sou ator
Eu não tô à toa
Do teu lado...

Por isso garota
Façamos um pacto
Não usar a Highway
Prá causar impacto
110, 120, 160
Só prá ver, até quando
O motor agüenta
Na bôca em vez de um beijo
Um chiclete de menta
E a sombra do sorriso
Que eu deixei...

Numa das curvas
Da Highway
Highway!
Infinita, Highway!
Highway!
Infinita, Highway!
Highway! Highway!
Highway!...


Downmusic: Clickhere!

quinta-feira, outubro 11, 2007

Pra Entender..



Engenheiros do Hawaii
Além dos Outdoors


Além dos Outdoors!
Além dos Outdoors!
Muito além dos Outdoors!

No ar da nossa aldeia
Há rádio, cinema e televisão
Mas o sangue só corre nas veias
Por pura falta de opção...

As aranhas não tecem suas teias
Por loucura ou por paixão
Se o sangue ainda corre nas veias
É por pura falta de opção...

Você sabe, o que eu quero dizer
Não tá escrito nos outdoors
Por mais que a gente grite
O silêncio é sempre maior...

No céu, além de nuvens
Há sexo, drogas e palavrões
As coisas mudam de nome
Mas continuam sendo religiões...

No dia-à-dia, da nossa aldeia
Há infelizes enfartados
De informação
As coisas mudam de nome
Mas continuam sendo
O que sempre serão...

Você sabe o que eu quero dizer
Não tá escrito nos outdoors
Por mais que a gente grite
O silêncio é sempre maior...

No ar da nossa aldeia
Há mais do que poluição
Há poucos que já foram
E muitos que nunca serão...

As aranhas não tecem suas teias
Por loucura ou por paixão
Se o sangue ainda corre nas veias
É por pura falta de opção...

Você sabe o que eu quero dizer
Não tá escrito nos outdoors
Por mais que a gente grite
O silêncio! O silêncio! O silêncio!

Você sabe o que eu quero dizer
Não vale uma canção
Por pura falta de opção
Púrpura, é cor do coração...

Você sabe
O que eu quero dizer
Você sabe
O que eu quero saber
Você sabe dizer
O que eu quero saber
Você sabe saber
O que eu quero dizer
Além disso...

Downmusic: Clickhere!

terça-feira, outubro 09, 2007

Canção Noturna



Skank
Garrafas

As garrafas jogadas no chão
As garotas vestidas ou não
Os bongôs marroquinos nas mãos
E ela me mostrou o seu violão que eu dedilhei

Quando alguém chegou nesse exato momento
Mas alguém chegou nesse exato momento
Sei que alguém chegou nesse exato momento

As garrafas vazias nas mãos
As garotas despidas ou não
Os bongôs marroquinos no chão
E ela me mostrou uma flor lilás que eu aspirei

Quando alguém chegou nesse exato momento
Mas alguém chegou nesse exato momento
Sei que alguém chegou nesse exato momento

As janelas abertas, o céu
O dourado das folhas no azul
Estilhaços de nuvens no mar
E ela se envolveu lua no lençol e adormeceu

E o sol nasceu nesse exato momento
E o sol chegou nesse exato momento
E o sol bateu nesse exato momento

Dowmusic: Clickhere!

segunda-feira, outubro 08, 2007

When You Were Young




The Killers
On Top

Remember Rio and get down
Where's another DJ? It's another town
She's trying to tell me to hold tight
But I've been waiting this all night
What happen down across the road or two
But now I found the velvet sun
That shines on me and you
In the back, uh huh. I can't crack we're on top
It's just a shimmy and a shack, uh huh
I can't fake we're on top, we're on top

The day is breaking, we still here
Your body is shaking and it's clear
You really need it so let go
And let they feed it but you know
That I've been down across the road or two
But now I found the velvet sun
That shines on me and you
In the back, uh huh. I can't crack we're on top
It's just a shimmy and a shack, uh huh
I can't fake we're on top, we're on top
We knew your box in the back, uh huh
I don't mind we're on top
It's just a shimmy and a shack, uh huh
I can't fake we're on top, we're on top
And we don't mean to satisfy, tonight
So get your eyes off of my bride, tonight
Cause I don't need to satisfy tonight
It's like a cigarette in the mouth or a,
Handshake in the doorway
I look at you and smile because I'm fine

And we don't need to satisfy, tonight
So get your eyes above my bride, tonight
Cause I don't need to satisfy, tonight
It's like a cigarette in the mouth or a,
Handshake in the doorway
I look at you and smile because I'm fine

Downmusic: Clickhere!

sexta-feira, outubro 05, 2007

Stand By Me



Oasis
Songbird

Talking to the songbird yesterday
Flew me to a place not far away
She's a little pilot in my mind
Singing songs of love to pass the time

Gonna write a song so she can see
Give her all the love she gives to me
Talk of better days that have yet to come
Never felt this love from anyone

She's not anyone

A man can never dream these kinds of things
Especially when she came and spread her wings
Whispered in my ear the things I'd like
Then she flew away into the night

Gonna write a song so she can see
Give her all the love she gives to me
Talk of better days that have yet to come
Never felt this love from anyone

She's not anyone

Downmusic: Clickhere!

quarta-feira, outubro 03, 2007

Menschliches, Allzumenschliches




Engenheiros do Hawaii
Humano Demais


De tudo que é humano nada me é estranho
se o mar não tá pra peixe desse tamanho
eu não esquento, eu não me iludo
eu troco em miúdos o primeiro toque
e nada pode ser maior

de tudo que é humano nada me é estranho
fruto e semente... criatura e criador
as curvas da estrada... as pedras no caminho
os filmes de guerra e as canções de amor
nada pode ser maior

de tudo que acontece nada me surpreende
tudo me parece !tão normal!
um big mac... maktub...
drops de Deus... filosofia fast-food
nada pode ser maior

não é ciência exata, não acontece em tempo real
é demais !humano demais!
não é ciência exata, não acontece em tempo real
é demais !animal!

e agora somos só nós dois: eu e minha circunstância
sempre foi só nós dois: eu e minha circunstância
sempre só nós dois: eu e eu

não é ciência exata, não acontece em tempo real
é demais !humano demais!
não é ciência exata, não acontece em tempo real
é demais !animal!

...não é ciência exata...
...não é ciência exata...
não é...nada pode ser...
maior...

Downmusic: Clickhere!

domingo, setembro 30, 2007

Novos Horizontes




Skank
Formato Mínimo

Começou de súbito
A festa estava mesmo ótima
Ela procurava um príncipe
Ele procurava a próxima

Ele reparou nos óculos
Ela reparou nas vírgulas
Ele ofereceu-lhe um ácido
E ela achou aquilo o máximo

Os lábios se tocaram ásperos
Em beijos de tirar o fôlego
Tímidos, transaram trôpegos
E ávidos, gozaram rápido

Ele procurava álibis
Ela flutuava lépida
Ele sucumbia ao pânico
E ela descansava lívida

O medo redigiu-se ínfimo
E ele percebeu a dádiva
Declarou-se dela, o súdito
Desenhou-se a história trágica

Ele, enfim, dormiu apático
Na noite segredosa e cálida
Ela despertou-se tímida
Feita do desejo, a vítima

Fugiu dali tão rápido
Caminhando passos tétricos
Amor em sua mente épico
Transformado em jogo cínico

Para ele, uma transa típica
O amor em seu formato mínimo
O corpo se expressando clínico
Da triste solidão, a rúbrica


Downmusic: Clickhere!

quinta-feira, setembro 27, 2007

Incubus



Ls Jack
Em Outra Dimensão

Nas mãos que desenham a si mesmas
Um não é um sim
Aqui onde o tempo é espelho
O meio é o fim

É desigual, é irreal
Todo inverso é verdade
É mundial, é virtual
Todo inverso é verdade

Eu vejo o meu rosto no luar
Estrelas no chão
Em outra dimensão
Em você
Sem você


Dowmusic: Clickhere!

terça-feira, setembro 25, 2007

E = MC²




Foo Fighters
Generator

Lately I'm getting better
Wish I could stay sick with you
But there's too many egos left to bruise
Call it sin, you can call it whatever,
Eating deep inside of you
Well if it were me it's all I'd ever do

Steal me now and forever
I'll steal something good for you
The criminal in me is no one new
Till you find something better
When there's nothing left to use
And everything starts going down on you

I'm the Generator, firing whenever you quit
Yeah whatever it is, you go out and it's on
Yeah can't you hear my motored heart
You're the one that started it

Send me out on a tether
Swing it round I'll spin your noose
You let it down
I'll hang around with you,
till you find someone better
When there's no one left to use,
and everyone keeps going down

I'm the Generator, firing whenever you quit
Yeah whatever it is, you go out and it's on
Yeah can't you hear my motored heart
You're the one that started it

I'm the Generator....

Downmusic: Clickhere!

domingo, setembro 23, 2007

-Driver Follow That Car!



Cidadão Quem
Carona

Vou seguindo sem parar
Nesta louca estrada
O meu destino não tem nada a mais
Que uma carona nesse mundo a mil

Vejo tudo passar num segundo
E a vida começa
E recomeça a cada lance legal
Você pintar nessa carona
Você pintar nessa carona

Carona
A gente pega e
Não escolhe onde vai parar
Parando às vezes se aprende
O quanto se pode andar

Downmusic: Clickhere!

sábado, setembro 22, 2007

Em outra Dimensão



LS Jack
Alucinação

Nesse esquecimento
Um pressentimento
Rola aqui por dentro
Sempre me dizendo
Que a saída acabou de sair
Não te esqueceu e só falava assim

Ser humano é ser afim
Agora quem vai olhar por mim

Quando a minha dor
Me acordar bem cedo
Dizendo em outdoor
Um dia eu te pego
Cê pode até correr
Eu já estou dentro de você

Vejo claramente
Nebulosamente
Paranoicamente
Mente a sua mente
No que você sente
Paralelamente
Tão de repente que parece ser

Ser humano é ser afim
Agora quem vai olhar por mim

Preciso precisar
Preciso ser preciso
Preciso relaxar
Preciso do meu vício
Preciso encontrar
O fim do precipício, eu sei

Downmusic: Clickhere!

quarta-feira, setembro 19, 2007

Só sei, que nada sei..



Ira!
Dias de Luta


Só depois de muito tempo
Fui entender aquele homem
Eu queria ouvir muito
Mas ele me disse pouco...

Quando se sabe ouvir
Não precisam muitas palavras
Muito tempo eu levei
Prá entender que nada sei
Que nada sei!...

Só depois de muito tempo
Comecei a entender
Como será meu futuro
Como será o seu...

Se meu filho nem nasceu
Eu ainda sou o filho
Se hoje canto essa canção
O que cantarei depois?
Cantar depois!...

Se sou eu ainda jovem
Passando por cima de tudo
Se hoje canto essa canção
O que cantarei depois?...

Só depois de muito tempo
Comecei a refletir
Nos meus dias de paz
Nos meus dias de luta...

Se sou eu ainda jovem
Passando por cima de tudo
Se hoje canto essa canção
O que cantarei depois?...

Cantar depois!...


Downmusic: Clickhere!

segunda-feira, setembro 17, 2007

Newport


Imogen Heap
Hide And Seek
(Tiesto's In Search Of Sunrise Remix)

Where are we? what the hell is going on?
The dust has only just began to fall
Crop circles in the carpet, sinking, feeling
Spin me around again and rub my eyes
This can't be happening
When busy streets a mess with people would stop to hold their heads heavy

Hide and seek
Trains and sewing machines?
All those years they were here first

Oily marks appear on walls
Where pleasue moments hung before
The takeover, the sweeping insensitivity of this
Still alive

Hide and seek
Trains and sewing machines? oh, you won't catch me around here
Blood and tears they were here first

Mm what you say
Oh that you only meant well, well of course you did
Mm what you say
Mm that it's all for the best, of course it is
Mm what you say
That it's just what we need, you decided this
Mm what you say
What did she say?

Ransom notes keep falling at your mouth
Mid-sweet talk, newspaper word cut outs
Speak no feeling no i don't believe you
You don't care a bit you don't care a bit

You don't care a bit
You don't care a bit
You don't care a bit

Downmusic: Clickhere!

sábado, setembro 15, 2007

Indios




Titãs
O Pulso

O pulso ainda pulsa
O pulso ainda pulsa

Peste bubônica, câncer, pneumonia
Raiva, rubéola, tuberculose, anemia
Rancor, cisticircose, caxumba, difteria
Encefalite, faringite, gripe, leucemia

O pulso ainda pulsa (pulsa)
O pulso ainda pulsa (pulsa)

Hepatite, escarlatina, estupidez, paralisia
Toxoplasmose, sarampo, esquizofrenia
Úlcera, trombose, coqueluche, hipocondria
Sífilis, ciúmes, asma, cleptomania

E o corpo ainda é pouco
E o corpo ainda é pouco

Reumatismo, raquitismo, cistite, disritimia
Hérnia, pediculose, tétano, hipocrisia
Brucelose, febre tifóide, arteriosclerose, miopia
Catapora, culpa, cárie, câimba, lepra, afasia

O pulso ainda pulsa
O corpo ainda é pouco
Ainda pulsa

Downmusic: Clickhere!

Life is a Loop



Evermore vs. Dirty South
Its Too Late
(The Discoboys Remix)


Monday morning: Hesitate, I can't get out of bed
I'd rather go back to the dreams I'm living in my head
Tuesday evening: Pack my bags, I'm heading out the door
I left a box of memories lying on the floor

Ride on, ride till early morning sun
Ride on, like the dawning of the day
It's too late, to let all your feelings show
Go on, til the night is swept away

I'm running from the city lights
I'm running from this empty life
I'm running out of time tonight
I'm screaming out for "Help! Help!"

"Slow down, your moving too fast
Go home, you'll feel better for it
Oh boy, you better stop dreaming
It's all in your head!"

'Cause it's too late now...

Ride on, ride till early morning sun
Ride on, like the dawning of the day
It's too late, to let all your feelings show
Go on, til the night is swept away...

Ride on, ride till early morning sun
Ride on, like the morning of the day
It's too late, to let all your feelings show
Ride on, til the night is swept away...

Downmusic: Clickhere!

quarta-feira, setembro 05, 2007

Dez anos ou mais nesse último mês



Pato Fu
Perdendo Dentes

Pouco adiantou
Acender cigarro
Falar palavrão
Perder a razão

Eu quis ser eu mesmo
Eu quis ser alguém
Mas sou como os outros
Que não são ninguém

Acho que eu fico mesmo diferente
Quando eu falo tudo o que penso realmente
Mostro a todo mundo que eu não sei quem sou
Eu uso as palavras de um perdedor

As brigas que ganhei
Nem um troféu
Como lembrança
Pra casa eu levei

As brigas que perdi
Estas sim
Eu nunca esqueci
Eu nunca esqueci


Downmusic: Clickhere!

segunda-feira, setembro 03, 2007

This the Evolution Baby!


Pearl Jam

Year: 2007
Genre: Rock Progressivo
Timedisc: 51 Min
Size: 50 MB
Quality: 128 kbps
Album: Binaural

01 Breakerfall
02 Gods' Dice
03 Evacuation
04 Light Years
05 Nothing as It Seems
06 Thin Air
07 Insignificance
08 Of the Girl
09 Grievance
10 Rival
11 Sleight of Hand
12 Soon Forget
13 Parting Ways

Downdisco:
Clickhere!

You know I really care




Fragma
Time & Time Again

You know we've got a little secret
We hold each other close and keep it
All to ourselves
Your love is my protection
You take my breath away
I long for your affection everyday

(Time to time...)

I feel you, see you
Time and time again within my heart
I knew it from the start

You know that we should be together
I feel you're in my soul
I'll never ever let you go
Your love is the solution
You take the blues away
You are the one conclusion everyday


Downmusic: Clickhere!

segunda-feira, agosto 27, 2007

Under the Gun



The Killers
Read My Mind
(Gabriel & Dresden Remix)


On the corner of main street
Just tryin' to keep it in line
You say you wanna move on and
You say i'm falling behind

Can you read my mind?
Can you read my mind?

I never really gave up on
Breakin' out of this two-star town
I got the green light
I got a little fight
I'm gonna turn this thing around

Can you read my mind?
Can you read my mind?

The good old days
The honest man
The restless heart
A promised land
A subtle kiss
That no one sees
A broken wrist
The big trapeize

Oh well i don't mind
You don't mind
Coz i don't shine
If you don't shine
Before you go

Can you read my mind?

It`s funny how it just break down
Waitin' on some sign
I pull up to the front of your driveway
With magic soakin' my spine

Can you read my mind?
Can you read my mind?

The teenage queen
The loaded gun
The drop dead dream
The Chosen One
A southern drawl
A world unseen
A city wall
And a trampoline

Oh well i don't mind
If you don't mind
Cause I don't shine
If you don't shine
Before you go
Tell me what you find
When you read my mind

Slippin in my faith
Until i fall
He never returned that call
Woman, open the door
Don't let it stay
I wanna breathe that fire again

She said
I don't mind
If you don't mind
Coz i don't shine
If you don't shine
Put your back on me
Put your back on me
Put your back on me

The stars are blazing
Like rebel diamonds
Cut out of the sun
When you read my mind


Downmusic: Clickhere!

domingo, agosto 26, 2007

No meio de Tudo Você



Engenheiros do Hawaii
ACÚSTICO2

Year: 2007
Genre: Rock Progressivo
Timedisc: 59 Min
Size: 57 MB
Quality: 128 kbps
Album: Novos Horizontes

01. Toda Forma de Poder
02. Vertical
03. Guantánamo
04. A Montanha
05. Quebra-cabeça
06. No Meio de Tudo, Você
07. Não Consigo Odiar Ninguém
08. Cinza
09. Coração Blindado
10. A Onda
11. Parabólica
12. Faz de Conta
13. Novos Horizontes
14. Alivio Imediato
15. Simples de Coração
16. Piano Bar
17. Luz
18. Pra Ser Sincero

Downdisco: Clickhere!

sábado, agosto 25, 2007

Nothing is Real



Andain
Beautiful Things (Gabriel & Dreseden Remix)

Got up early, found something's missing
my only name.
No one else sees but I got stuck,
and soon forever came.
Stopped pushing on for just a second, then nothing's changed.
Who am I this time, where's my name?
I guess it crept away.

No one's calling for me at the door.
And unpredictable won't bother anymore.
And silently gets harder to ignore.
Look straight ahead, there's nothing left to see.
What's done is done, this life has got it's hold on me.
Just let it go, what now can never be.

I forgot that I might see,
So many beautful things.
I forgot that I might need,
to find out what life could bring.

Take this happy ending away, it's all the same.
God won't waste this simplicity on possibility.
Get me up, wake me up, dreams are filling
this trace of blame.
Frozen still I thought I could stop,
now who's gonna wait.

No one's calling for me at the door.
and unpredictable won't bother anymore.
and silently gets harder to ignore.
look straight ahead, there's nothing left to see.
what's done is done, this life has got it's hold on me.
just let it go, what now can never be.

Now what do I do?
can I change my mind?
did I think things through?

It was once my life
- it was my life at one time.

Downmusic: Clickhere!

segunda-feira, agosto 13, 2007

Sweet Dreams



Banda do Sul
Sweet child of mine
(Lounge)


She's got a smile that it seems to me
Reminds me of childhood memories
Where everything
Was as fresh as the bright blue sky

Now and then when I see her face
She takes me away to that special place
And if I stared too long
I'd probably break down and cry

Sweet child of mine
Sweet love of mine

She's got eyes of the bluest skies
And if they thought of rain
I hate to look into those eyes
And see an ounce of pain

Her hair reminds me of a warm safe place
Where as a child I'd hide
And pray for the thunder
And the rain
To quietly pass me by

Sweet child of mine
Sweet love of mine

Where do we go
Where do we go now
Where do we go

Sweet child of mine

Downmusic:
Clickhere!

domingo, agosto 12, 2007

Freedom



Natiruts
Natiruts Reggae Power

Quando a noite cair e som
Te lembrar algum sonho bom
e fazer tudo transcender
Tristeza vai sumir e ninguém vai sofrer

Sintonize sua vibração
Não há tempo pra viver em vão
E não pense mais em desistir
Existe um mundo que só quer te ver sorrir


Não chora, a nossa vida é feita mesmo para se aprender

E agora, é hora de tentar se libertar não vai doer
Deixa e energia do som te levar
A vibe positiva solta pelo ar
Quem sente com a alma é capaz de amar
Está sempre livre pra cantar

Ô, ô, ô, Ô NATIRUTS REGGAE POWER chegou
Ô, ô, ô, Ô TRANSFORMANDO TODA NOITE EM AMOR

Da paz e do amor eu quero muito mais
Não tenho a vida ganha vou correndo atrás
A luz do seu sorriso pela noite é demais
Brasil, Jamaica harmonia de paz

Downmusic: Clickhere!

quarta-feira, agosto 01, 2007

Charles Darwin


À La Recherche
Cidadão Quem


Procuro um lugar
Não sei se neste ou noutro mundo
Num mundo onde andei
A vida escondeu
No esquecimento mais profundo
Alguém que hoje sou eu

I change my mind
À la recherche du temps perdu


Eu não sou eu
Procuro por mim
E sei que estou longe

Eu vejo a guerra e a paz
O mal e o bem
Filosofia zen
Pra tentar achar a si mesmo
Alguém que não olha pra trás
Não sabe ver
O que a vida fez
Cedo ou tarde encontra o segredo

Eu vejo o bem
Eu vejo o mal
Zen, pra tentar achar a si mesmo
Eu vejo alguém no fundo do Zao
pra tentar achar a si mesmo

Downmusic: Clickhere!

terça-feira, julho 31, 2007

Lov-e


Electronic House Sensation


Year: 2007
Genre: Electro/House.
Timedisc: 57 Min
Size: 86 MB
Quality: 192 kbps
Album: Twelve


1. Patrice Strike - Girl (Original Oh Yeah Oh Six Mix) (3:46)
2. Fedde Le Grand - Put Your Hands Up (Techno Rock Remix) (4:18)
3. Freejack - Strings (Prok & Fitch Strings Mix) (2:44)
4. Johnny Crockett - Electro Express (Hi Tack's Fleischmann Mix) (3:46)
5. Lenny Fontana - Addicted (Chris Montana Remix) (3:00)
6. Sgt Slick & Pitch Dark - Automatic Machine (Vandalism Mix) (3:59)
7. Dave Spoon - At Night (Audiolove Remix) (3:29)
8. Depeche Mode - Enjoy The Silence (Spartaque Private Remix) (3:48)
9. Hernandez vs. DJ Tyo - Let You Down (Thomas Gold Dub Mix) (3:06)
10. Neodisco - Preacher Man (Mondo Remix) (3:15)
11. Baschi - Wenn Das Gott Wusst (Yoko Remix) (3:31)
12. Dada Life - This Machine Kills Breakfasts (3:15)
13. Daft Punk - Harder Faster Stronger (Deadmau5 & Glenn Morrison Bootleg) (3:00)
14. DJ Dan - Needle Damage (Chriss Ortega & Thomas Gold Dub Mix) (3:29)
15. Spartaque feat. Bodya - Ti Doljen (Original Mix) (2:43)
16. DJ Phil - Ich Vermisse Dich (Paul Hutsch Elektro Remix) (3:25)
17. Niels Van Gogh - Hate Me Baby (Mason & Shepherd's Exworks Remix) (2:51)

Downdisco: Clickhere!*

*Password: lime